Clipping

19/09/2016

Sr. FIP (O 1º de uma série)

Infelizmente nós brasileiros temos o hábito, quase que cultural de colocar a culpa em coisas inanimadas, e a ilustração disso mais atual é o que está acontecendo com os FUNDOS DE INVESTIMENTOS EM PARTICIPAÇÃO.

O famoso FIP é um instrumento muito inteligente, desenvolvido pelo órgão regulador destinado à atividade de PRIVATE EQUITY. Prova disso, é que em todos os lugares do mundo, ele exerce um papel importante no desenvolvimento e na consolidação de setores da economia. Dessa forma, há um fortalecimento da atividade, modernização e eficiência dos recursos nos setores econômicos.

O veículo é seguro, as regras são claras e os investidores quando escolhem bem o conteúdo, aumentam sua probabilidade de sucesso. O cerne da questão não é quanto ao veículo, mas a análise por parte do investidor é fundamental para o retorno do investimento. Quando falta análise antes da escolha, a culpa não é do escolhido, mas da seleção.

Pena que mais uma vez, nossa cultura irá penalizar aqueles que levam à sério a atividade por aqueles poucos que fizeram mau uso do veículo de investimento.

Veremos que durante um tempo o Sr. FIP cairá em desgraça, só a palavra causará calafrios nos investidores de longo prazo.

Será que o inanimado instrumento tem culpa?